Select Page

Quais os modelos de varejo existentes? Sidney de Queiroz Pedrosa Pensando em iniciar o seu próprio negócio? Você dispõe de um ótimo produto ou serviço e gostaria de saber qual o modelo de varejo que melhor se encaixa?  Sidney de Queiroz Pedrosa nos mostra abaixo quais as opções mais funcionais e comuns no país. 

O momento da escolha do modelo a ser seguido é muito importante e muitas vezes vital para o sucesso de sua empreitada. Os modelos que serão apresentados abaixo apresentam características diversas, inclusive com suas vantagens e desvantagens. 

Sidney De Queiroz Pedrosa

Modelo 1- Varejista independente 

A pessoa que opta em adotar uma iniciativa independente, certamente será alguém que irá construir o seu negócio desde os primeiros passos. Esta pessoa obrigatoriamente irá se envolver em todas as etapas do processo, desde o desenho inicial do projeto até o dia da abertura das portas! 

É evidente que toda ajuda será bem vinda neste momento, tal como a contratação de especialistas, assessores e empregados. Um fato importante é a necessidade de se ter uma reserva monetária, pois os resultados podem demorar a chegar. Lembre que a concorrência sempre estará lá, pronta para conquistar seus clientes e tentar fideliza-los, como mostra Sidney de Queiroz Pedrosa

Se esta iniciativa no varejo for realizada com todo o cuidado e competência necessários, é evidente que as chances de sucesso serão reais. 

Modelo 2- Varejo de franqueamento 

Muitas vezes as pessoas se cansam de trabalhar para alguém ou em outros casos, pessoas se aposentam e não querem ficar sem produzir ou ganhar dinheiro. 

A grande vantagem deste modelo de negócio é que o franqueado terá o direito de uso do nome da empresa selecionada, os produtos e serviços da franqueadora, a estratégia e todo o treinamento necessário para o sucesso da empreitada. 

Um dos pontos muito importantes para se ter êxito na iniciativa, é que o perfil do franqueado apresente sinergia quanto ao negócio que será desenvolvido. O conselho que Sidney de Queiroz Pedrosa dá aos interessados em iniciar esta nova fase empresarial, é que façam exaustivas pesquisas sobre o franqueador, o futuro segmento de atuação e todas as projeções financeiras necessárias. 

Modelo 3- Varejo já existente 

Muitas pessoas herdam empresas que já atuam há muito tempo no mercado varejista. A sucessão de parentes mais velhos num determinado negócio acontece com grande frequência. 

O grande diferencial nestes casos, é que na maioria das vezes existe o encontro entre jovens com boa formação acadêmica e mercados já consolidados. A necessidade em se manter a qualidade dos produtos ou serviços oferecidos pela empresa é o grande desafio dos novos gestores. Afinal, os clientes são fiéis pois gostam e confiam dos produtos adquiridos. 

Você pode ler isto – https://sidneydequeirozpedrosa.weebly.com/blog/sidney-de-queiroz-pedrosa-traz-nova-revolucao-para-o-supermercado

Modelo 4- Varejo e o Marketing de Rede 

Este é um modelo de varejo que não necessita de uma estrutura física ou no investimento de um estoque disponível. O segredo é se ter uma corrente expressiva de pessoas que possam reverberar sobre os produtos ou serviços à serem oferecidos. 

De acordo com Sidney de Queiroz Pedrosa, quanto maior o número de pessoas divulgando o negócio, maior será a chance de sucesso nas vendas. 

Modelo 5- Varejo de Concessionária 

Este modelo de “concessionária” oferece uma maior liberdade de atuação dos envolvidos. Seria a conjunção entre o modelo varejista independente e o varejista franqueado. Muitas vezes não se exige uma determinada exclusividade na revenda dos produtos. 

Outra diferença para o modelo de franquia é a inexistência de taxas para aquele que opta por este modelo.

SOURCE URL –  https://www.latterdaysaintjobs.org/ers/ct/articles/considering-starting-a-business?lang=por